quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Beija-flor-vermelho: um pequeno notável


Esse pequeno, que mede cerca de 9,2 centímetros de comprimento, não passa despercebido.

A fêmea é verde-esmeralda na parte de cima e branco acinzentada em baixo.

Já o macho esbanja elegância nas cores com cabeça e nuca em vermelho-metálico, garganta e peito laranja-metálico, além de uma barriga pardo-olivácea.

Essa espécie de beija-flor pode ser encontrada na Amazônia, em regiões do Centro-oeste e do Nordeste e até o Paraná.

Fora do Brasil, aparece também da Venezuela até a Bolívia. Habitam florestas ralas, campos com poucas árvores, bordas de matas, cerrados e caatingas.

Como os outros beija-flores, se alimenta do açúcar extraído das flores.

Põe dois ovos em pequenos ninhos em formato de xícara.

Apesar de ser uma ave de hábitos solitários, no ritual de acasalamento o macho se empenha em atrair sua companheira: voa ao seu redor, exibe a cauda e arrepia seu garboso topete de penas avermelhadas.

Suas cores vibrantes atraem não só lentes fotográficas, mas também o comércio de aves.

Que ele continue livre e preserve todas essas cores que fazem da sua beleza tão imponente e notável.


 Paty Cichelli

Nenhum comentário: